• Frontur

Conheça a capital do Rio Grande do Norte, Natal!

Atualizado: Mar 15


Um dos destinos mais procurados para turismo no Nordeste, a cidade de Natal atrai visitantes de todo o Brasil e mundo afora com suas belezas naturais. Os turistas que buscam viajar para Natal desejam conhecer as famosas dunas, piscinas naturais, recifes e falésias. Paisagens paradisíacas bem ao seu alcance, sem precisar ir muito longe!


A cidade também é um ponto estratégico, sendo um bom ponto de partida para conhecer outros destinos do Estado. Por conta disso, na hora de considerar o que fazer em Natal – RN, o viajante não pode deixar de fora alguns pontos turísticos nos arredores da cidade.


Vamos então conhecer um pouco mais desse destino encantador?


PASSEIOS DIURNOS

Praia de Pipa, Tibau do Sul

Com 1h30 de viagem, saindo de Natal com destino a Tibau do Sul, é possível visitar a Praia de Pipa através de um bate-volta a partir de Natal. Mas o ideal é desfrutar um pouco mais do que Pipa pode oferecer, além das praias e passeios, a vila oferece também ótimas opções de hospedagem, restaurantes e opções para curtir a vida noturna.


Mas se você já programou sua viagem para ficar em Natal, vale a pena dar uma visitada na Praia de Pipa. As praias são cinematográficas e a estrutura também é muito boa. Vale muito a pena conferir.

DICAS

Por que conhecer: Pipa é ideal para quem gosta de fotografias, por causa de suas belas falésias à beira-mar, esse destino encanta qualquer um. Sua paisagem inclui areias brancas e fofas, conchas, pedras e ondas fracas, por conta dos recifes. Praias como a Praia do Madero, Baía dos Golfinhos e Praia do Amor estão frequentemente na lista das melhores praias do Estado.


O que fazer: além de ser perfeito para quem gosta de registrar todos os momentos, as falésias que emolduram a praia, são ótimas para os turistas aventureiros, que podem praticar rapel. Há alguns minutos da praia é possível encontrar restaurantes e barzinhos.


Fique ligado: o caminho pode ser através da Rota do Sol (percorrendo as praias do litoral sul) ou através da BR-101 em cerca de 1h40 de carro. Os passeios bate-volta a partir de Natal incluem paradas na Praia do Amor, na Praia de Pipa (é possível fazer um passeio de barco opcional até a Baía dos Golfinhos) e na Lagoa de Guaraíras em Tibau do Sul.


Praia de Ponta Negra

Essa é a principal praia da cidade, considerada a praia urbana mais visitada de Natal. O bairro Ponta Negra é o melhor para ficar hospedado na capital.


Durante o dia é possível admirar a mudança no astral da praia ao longo do trajeto, começando com uma praia deserta próxima a Via costeira, já ao norte encontramos o mar calmo e que recebe a maior parte dos turistas em sua parte central, tornando-se badalada no canto direito, onde fica o famoso Morro do Careca.


Além de ser uma bela praia, a região de Ponta Negra reúne ótimos restaurantes, bares e vida noturna (vale também conferir o Natal Food Park, uma área que reúne vários food trucks) e o famoso Morro do Careca.

DICAS

Por que conhecer: o Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, é o principal cartão postal de Natal, com cerca de 100 metros de altura.


O que fazer: o local é uma área de conservação, então não é aberto ao público, então o recomendado, além de admirar de longe, é o passeio de barco, que permite ao visitante olhar o outro lado da duna e também a Praia das Tartarugas.


Fique ligado: a Praia das Tartarugas é de difícil acesso, as paisagens são bem nativas, o relevo intacto, parece que o homem nunca pisou por ali.


Dunas de Genipabu

Genipabu é provavelmente o lugar mais famoso entre as opções de o que fazer em Natal, em função do passeio de buggy nas dunas. O passeio contém duas modalidades aventureiras, com ou sem emoção, indicando o nível de adrenalina na hora de circular pelas dunas.


É possível escolher fazer somente o passeio nas dunas fixas e móveis (mais curto, cerca de 1h30 de passeio), ou o mais extenso, que inclui também as lagoas e/ou o Aquário Natural.


DICAS

Por que conhecer: o visual das dunas é incrível, e o passeio de buggy explora diversos ângulos, possibilitando ao visitante contemplar toda a Praia de Genipabu e também uma vista panorâmica para a cidade de Natal.


O que fazer: com inúmeras belezas naturais e paisagens cinematográficas, a praia conta com uma infraestrutura muito boa, com barracas de praia, bares, restaurantes, além de hotéis e pousadas.


Fique ligado: Genipabu fica no município de Extremoz, a 40 minutos de carro de Natal, o que separa as cidades é um rio, que pode ser atravessado pela Ponte Newton Navarro. O viajante pode ir com carro próprio ou contratar um passeio.


Parrachos de Maracajaú

O Caribe Brasileiro pode ser encontrado no Rio Grande do Norte, aquele destino com águas tão cristalinas e azuis que pode ser considerado o melhor que Maracajaú pode oferecer.

DICAS

Por que conhecer: os Parrachos de Maracajaú ficam 7 km distantes do mar. Em dias de maré baixa o lugar vira uma piscina natural, onde é possível ver formações de recifes e diversos peixes.


O que fazer: o passeio de catamarã ou lancha até os Parrachos é a principal atração da praia, mas também é possível fazer passeios de buggy, de quadriciclo ou de caminhão.


Fique ligado: Maracajaú fica a 1h30 de Natal, é possível viajar de carro próprio (é preciso reservar o passeio com antecedência). Há também opções de passeios bate-volta a partir de Natal, bem fáceis de encontrar.


Lagoa de Pitangui e Lagoa de Jacumã

As lagoas de Natal são apaixonantes, não é à toa que muitos turistas gostam mais delas do que das praias. Por isso, conhecer pelo menos uma lagoa é um dos programas imperdíveis entre as opções que a cidade de Natal oferece.


As lagoas possuem águas tranquilas, quentinhas e sempre com boa estrutura. Além de relaxar ou almoçar nas lagoas, também dá para fazer as famosas atividades nas lagoas. Entre elas estão o esquibunda, o aerobunda (tirolesa) e o kamikaze (cuidado, a descida é muito rápida e não é incomum ralar o braço na areia). As praias de Jacumã, Porto Mirim e Muriú também estão nessa região.


DICAS

Por que conhecer: que tal sentar com os pés numa lagoa fresquinha enquanto bebe uma cerveja, uma água de coco, ou um suco natural? E deitar numa rede dentro de uma lagoa? Essas são experiências que relaxam qualquer um, por conta disso, acabam sendo objeto de desejo da maioria dos turistas em Natal.


O que fazer: a estrutura da Lagoa de Pitangui é muita boa, com banheiros, restaurantes e boa música tocando. Mesas e cadeiras são colocadas na beira da lagoa ou até mesmo dentro da água. Enquanto a Lagoa de Pitangui é mais tranquila, a Lagoa de Jacumã é bem maior e possui mais atividades para os turistas.


Fique ligado: apesar das lagoas estarem incluídas nos passeios de buggy em Genipabu, também é possível chegar com carro próprio. Existem duas opções de trajeto, uma delas é atravessando o rio Ceará-Mirim de balsa, onde cada carro embarca em uma balsa exclusiva, e a outra maneira é pela estrada (BR-101), o trajeto pode até ser mais rápido e também dá para economizar no custo da balsa.


Praias do Litoral Sul: Rota do Sol até a Praia de Camurupim

O passeio até litoral sul inclui as praias mais lindas do litoral do Rio Grande do Norte. Por isso, se possível, reserve alguns dias em Pipa, uma excelente base para explorar esta área. Para quem opta por conhecer a região a partir de passeios bate-volta a partir de Natal, é possível conhecer várias praias, mas de forma superficial.


DICAS

Por que conhecer: a Rota do Sol que sai de Natal e segue até Pipa, possui várias praias incríveis, uma pertinho da outra e mirantes de tirar o fôlego.


O que fazer: as principais praias e pontos turísticos desse roteiro são a Praia de Cotovelo (Parnamirim, RN), a Praia de Pirangi, Praia de Búzios, Barra de Tabatinga, Mirante dos Golfinhos e finalmente a Praia de Camurupim. Na região também fica a Lagoa de Carcará e a Lagoa de Arituba.


Fique ligado: a estrada é bem sinalizada e as paradas também. O trajeto até a Praia de Camurupim leva cerca de 1 hora direto. É possível e ideal fazer várias paradas, reserve o dia inteiro para esse percurso. Há também opções de passeios bate-volta a partir de Natal, boa opção para quem estiver sem carro.


O Maior Cajueiro do Mundo, Pirangi

Com mais de 100 anos de existência, essa árvore é considerada não apenas o maior cajueiro do mundo, mas a maior árvore frutífera do planeta. É uma das atrações mais famosas do Rio Grande do Norte e que vale ser conhecida.


DICAS

Por que conhecer: apesar de ser um ponto turístico bem tradicional e conhecido, o cajueiro sempre impressiona pela sua dimensão. A estrutura interna, com passarelas de madeira, facilita a visita, tornando ainda mais agradável.


O que fazer: além de percorrer as passarelas de madeira para explorar toda a extensão da árvore, há um mirante onde é possível ver o cajueiro de cima, e ter a noção da sua dimensão e de como ele avança sobre a região de Pirangi do Norte.


Fique ligado: quando o cajueiro estiver dando frutos, é possível colher no próprio tronco da árvore. No entorno, há também uma feira de artesanato e alguns bares e lanchonetes.


Outros pontos turísticos

Apesar de o ponto forte de Natal estar nas suas belas praias e lagoas, existe muito turismo cultural na cidade. Afinal, a cidade conta com diversas construções históricas, monumentos e registros dos povos que já habitaram a região.


O grande símbolo de Natal, por exemplo, é o Forte dos Reis Magos, que deu origem a Natal durante o século 16, quando foi construído pelos colonizadores portugueses.


É bacana incluir o Forte dos Reis Magos na sua programação de roteiro, não apenas por ser um dos principais cartões postais da cidade e fazer parte da sua história, mas também pela vista incrível das praias potiguares oferecida através do Forte.


Fugindo um pouco mais do roteiro tradicional de praias, você pode também visitar o Memorial Câmara Cascudo, que homenageia o historiador e professor Luis da Câmara Cascudo, que deixou grandes contribuições a educação brasileira, com suas pesquisas nas áreas do folclore e da etnografia.


Também é interessante conhecer o Farol de Mãe Luiza, o Centro de Turismo, o Teatro Alberto Maranhão e muitas outras atrações imperdíveis em Natal.


PASSEIOS NOTURNOS

A noite de Natal é diversificada. Apesar do forte das capitais do Nordeste serem as festas que divulguem a cultura e a música local, o turista não encontra só forró. Sertanejo, rock, música dos anos de 1960, 1970 e baladas com temas específicos também agitam a vida noturna da capital. O destaque da noite de Natal está em Ponta Negra. Na avenida Engenheiro Roberto Freire há restaurantes badalados e choperias que ficam abertos durante os finais de semana, em tempos normais, até o último cliente sair, coisa que acontece só quando o sol já desponta no horizonte.


Outro ponto de encontro que esquenta quando a noite cai é a região dos bares situada entre as ruas Teotônio Vilela e Manoel Augusto Bezerra de Araújo. Entre os mais frequentados estão o Taberna Pub, a tapiocaria Casa de Taipa e a casa de forró Rastapé. Além disso, a cidade conta com um Ice Bar, o open bar mais geladinho de Natal.


A noite da Praia da Pipa também é uma atração. Os bares, creperias e bistrôs são badalados. Eles dividem o espaço e o burburinho da avenida principal com as vitrines de charmosas lojas de moda praia e artesanato. Na alta temporada, restaurantes e casas noturnas da capital abrem suas filiais na região para completar a agitação.


Localizado na linda praia Ponta Negra, o Centro de Turismo se torna outra opção perfeita de passeio em Natal durante o dia e durante a noite. Este enorme local, que, antigamente, era uma prisão, hoje se tornou um centro cultural bem legal, repleto de opções de entretenimento.


Durante o dia, o Centro de Turismo também abriga diversas lojas de artesanato. Já à noite, o local dispõe de restaurantes e bares com música ao vivo que são deliciosos para curtir com os amigos ou com o crush.


FACILIDADES E DICAS

Assim como vários outros destinos nordestinos, Natal é uma boa pedida durante o ano todo. A temperatura média anual é naturalmente quente, variando entre 22ºC e 34ºC, e não é comum enfrentar dias seguidos de chuva na cidade, o que favorece muito a visita a praias e lagoas.


Monte o seu roteiro tranquilamente, e caso acontecer um dia chuvoso, visite um dos outros pontos turísticos imperdíveis de Natal, espere o sol retornar e volte para pegar aquele bronze nas praias nordestinas.


Vale a pena alugar um carro em Natal? Se você gosta de dirigir e tem um roteiro longo em Natal, que inclui pernoites em Pipa, alugar um carro pode ser uma boa ideia.

Não é fundamental, vai do seu gosto e preferência.



0 comentário